Quarta-feira, 25 de Maio de 2011
dos gatos

 


tags:

publicado por Uma história por dia às 13:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2011
crónicas de um gatinho II

sou um gatinho altamente tecnológico. apesar de não gostar de telemóveis, porque me roubam a atenção e o mimo, adorei espreitar o micro ondas (de porta aberta e desligado, claro) e a máquina de lavar roupa. aquela roda é mesmo gira, mas as minhas unhas prendem-se nos buracos do tambor da máquina e isso já não tem tanta graça.

de resto, sou um gatinho feliz, mas estou a ficar demasiado mimado e acho que a minha dona vai deixar de me dar beijinhos por causa disso. mas sei que se lhe fizer aqueles olhicos de bebé, ela se derrete e desculpa-me as asneiras que faço. :)

 

 

[imagem do Google]


tags:

publicado por Uma história por dia às 15:47
link do post | comentar | favorito

Sábado, 23 de Abril de 2011
crónica de um gatinho I

a esta hora estou deitado no colo da minha dona a dormir, patinhas esticadas, e de vez em quando um miado a pedir mimo. foi o primeiro dia que ficámos sozinhos e fiz muitas asneiras. assim que acabo de dormir, fico elétrico e não há sofá nem candeeiro de papel que me resista. a minha dona ralha comigo, mas como sou pequenino deixa-me fazer tudo. eu faço olhinhos de bambi e ela derrete-se. o melhor é que eu sei disso e, como sou lindo, faço todos os disparates sem que ninguém se importe.

 

no dia em que cheguei estava um bocadinho assustado, deitei-me na minha caminha e só ao fim da noite é que deixei que me pegassem ao colo. agora já conheço o espaço, já sei onde está a areia, a comida e o leitinho (a minha guloseima favorita). e a caminha é só para a noite, de dia durmo no colinho de quem me dá mimo: a tia e a dona.

 

a minha tia é muito fixe: deixa-me saltar, pular, enlouquecer, brincar... até a posso arranhar e dar dentadinhas de afeto (às vezes abuso um bocadinho...). ela cuida tão bem de mim! só não gostei muito de uma coleira que me quis por, fiquei mesmo nervoso com o guizo e aflito com aquela fita à volta do meu pescoço pequenino. mas depois desse momento, ficámos mesmo amigos. os avós também me tratam muito bem e brincam comigo.

 

ontem dei um pequeno susto à minha dona, que teve que ir a correr comigo para o hospital veterinário. depois de me terem torturado com o termómetro (nem vos digo onde é que me tiraram a temperatura!) e de me terem agarrado as patinhas para me fazerem uma ecografia com um gel muito frio (apesar de ser bebé, tenho bons pulmões e mostrei bem alto o meu desagrado), descobriram que afinal não tenho nada e sou um gatinho muito saudável e brincalhão.

 

agora vou dormir mais um pouquinho, que a minha dona gosta mesmo é destes momentos em que peço miminhos, faço ron ron e não lhe ando a destruir a casa.


tags:

publicado por Uma história por dia às 23:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim
.Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

21

22
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. dos gatos

. crónicas de um gatinho II

. crónica de um gatinho I

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds