Quarta-feira, 9 de Março de 2011
sometimes it sucks to be me

quando era adolescente sonhava com a vida que tenho hoje. nesse sentido, sinto-me muito orgulhosa por tudo o que fui conseguindo ao longo do tempo, com a ajuda dos que me são próximos, sem grandes sobressaltos.

 

agora que sou adulta - e que tenho quase tudo aquilo com que sonhei quando era adolescente - sinto-me constantemente insatisfeita. olho para algumas pessoas que fizeram parte do caminho a dada altura e não me revejo, não me identifico com elas. creio que não há formas certas ou erradas de viver a vida, mas acredito que nem todos somos felizes partilhando os mesmos objetivos, ambicionando o mesmo tipo de coisas.

 

há dias em que me canso de ser assim, sempre à procura de mais alguma coisa que ainda não conheço, sempre a desejar ser o que não sou, estar onde não estou, ler um livro que ainda não li, ouvir um disco que ainda não ouvi, visitar lugares de que nunca ouvi falar, conhecer pessoas com quem ainda não me cruzei. às vezes gostava de ser mais calma, de não questionar, de ouvir sem ter opinião, de passar pela vida menos resmungona, menos inconformada. menos ambiciosa, no sentido mais saudável da palavra.

 

não é fácil ser pessoa. e há dias, sobretudo noites, em que custa verdadeiramente. valha-nos o mundo inteiro que ainda há para descobrir.

 


tags:

publicado por Uma história por dia às 17:14
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

21

22
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. medo de perder

. long ago

. da tristeza

. hoje

. da simplicidade

. escolhas

. mood

. my valentine

. a curva da felicidade

. love

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds