Quarta-feira, 6 de Abril de 2011
gosto tanto

 

quem não gosta de se sentir adolescente de vez em quando?


tags:

publicado por Uma história por dia às 17:21
link do post | comentar | favorito

carpe diem

caminhar ao longo da marginal numa noite de quase verão.

aprender alguma coisa com a tristeza que a morte sempre deixa atrás de si.

conversar com algumas pessoas e mostrar-lhes que é nesse rasto que se procuram - e encontram! - forças para aceitar e continuar.

ouvir uma música e recordar um olhar.

viver com a incerteza (boa, muito boa) de ter cumprido um objetivo... alimentando a esperança de que sim.

fazer o que se tem vontade, arriscar... porque a vida é muito curta.

telefonar às pessoas de quem se sente saudades só para que saibam que são importantes e que lhes sentimos a falta.

 


tags:

publicado por Uma história por dia às 13:39
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 5 de Abril de 2011
...


tags:

publicado por Uma história por dia às 17:58
link do post | comentar | favorito

da tristeza

não foi assim que imaginei o dia de hoje. está sol - estava sol - e isso é quase sempre motivo de contentamento. não imaginei que chegaria ao emprego e a primeira frase que ouviria era "o N. morreu". mas foi isso que aconteceu. com a frieza do choque, ela disse-me isto assim.

 

não é - não era - uma pessoa com quem tivesse uma relação fácil. mas habituamo-nos a ver e a ter as pessoas por perto. acabamos por passar muito mais tempo no emprego do que em casa e, de uma ou outra forma, as pessoas com quem trabalhamos acabam por se tornar próximas. rimos com elas (rimos delas!), gritamos uns com os outros, chateamo-nos. mas tê-las ali é um dado adquirido.

 

até ao dia em que deixa de ser. e isso faz-nos relativizar, pensar, ter medo. hoje é um dia triste. muito.


tags:

publicado por Uma história por dia às 13:30
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 4 de Abril de 2011
do amor

há dias, enquanto almoçava na esplanada com duas colegas num belo dia de sol, dizia uma delas que está desiludida com o amor. tem apenas 24 anos, mas a certeza (inconsequente e ilusória, acrescento eu) de que o amor não voltará a existir na sua vida. adora histórias de amores (quase) impossíveis, que envolvam surpresas em grande, ramos de flores gigantes ou pequenos almoços inesperados. mas não acredita que o amor exista para ela.

 

achei graça e tentei avisá-la de que quando menos esperar... puf! o amor acontece. começa por uma troca de olhares, um sorriso, uma química estranha. normalmente está no lugar mais improvável. e na altura mais inesperada. mas acontece. invariavelmente. over and over again. mas para isso é preciso estar disponível, ter o coração aberto e os sentidos alerta. ela não tem. ou pelo menos diz que não tem.

 

acho que ninguém consegue viver isolado, numa espécie de ilha que só recebe as visitas dos amigos de vez em quando. ao fim do dia vai cada um à sua vida e lá ficamos sozinhos, com a manta enrolada nas pernas a chorar com as histórias de amor com que os filmes nos fazem sonhar. acredito que todos precisamos de um beijo de boa noite ou de um sms de bom dia. de um sorriso que salva o dia mais negro, de uma flor de vez em quando. não precisam de ser gestos visivelmente públicos; bastam pequenas coisas que nos mostrem que a felicidade é alcançável, possível e desejável.

 

ela ainda não sabe, mas aos 24 anos vai amar muito. sofrer ainda mais. porque a solução para não nos magoarmos não é não amar. é sim viver um dia de cada vez, atentos ao que a vida nos dá, aprendendo com os erros, mas deixando que seja o coração a mostrar a direção.


tags:

publicado por Uma história por dia às 18:29
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Abril de 2011
cheira a primavera

 

e eu gosto de cottonflowers.


música: Cottonflower, Moriarty
tags:

publicado por Uma história por dia às 15:05
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

21

22
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. medo de perder

. long ago

. da tristeza

. hoje

. da simplicidade

. escolhas

. mood

. my valentine

. a curva da felicidade

. love

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds