Domingo, 30 de Outubro de 2011
dar a volta à crise

não é fácil ter ideias para fazer com que não sobre mês no fim do ordenado. nem é garantido que todos tenhamos aquela ideia genial que se tem apenas uma vez na vida. as soluções económicas já foram aplicadas cá em casa e poupar vai parecendo por estes dias uma tarefa quase impossível.

 

dei voltas e voltas à cabeça à procura de alguma coisa que eu pudesse fazer e que não colidisse com a minha profissão nem com os meus horários. de que eu gostasse verdadeiramente. e que não me envergonhasse.

 

ora, confesso que é um bocadinho a medo que me vou aventurar na culinária. não costumo ficar mal vista com os doces ou salgados, mas tenho medo que a obrigação de os fazer acabe por deixar pelo caminho o ingrediente essencial: o carinho com que cozinhamos para as pessoas de quem gostamos. ainda assim, e porque acho que perdemos muito do que era importante e esquecemos o tradicional prazer que é estar à mesa a saborear um mimo feito em casa, vou arriscar.

 

acredito que é no regresso às origens que pode estar o nosso segredo para recuperar desta fase negra que atravessa o país. e, numa escala bem menor, para me realizar, fazendo o que mais gosto e tendo mais algum descanso no fim do mês.

 

 



publicado por Uma história por dia às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

21

22
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. medo de perder

. long ago

. da tristeza

. hoje

. da simplicidade

. escolhas

. mood

. my valentine

. a curva da felicidade

. love

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds