Quarta-feira, 6 de Abril de 2011
carpe diem

caminhar ao longo da marginal numa noite de quase verão.

aprender alguma coisa com a tristeza que a morte sempre deixa atrás de si.

conversar com algumas pessoas e mostrar-lhes que é nesse rasto que se procuram - e encontram! - forças para aceitar e continuar.

ouvir uma música e recordar um olhar.

viver com a incerteza (boa, muito boa) de ter cumprido um objetivo... alimentando a esperança de que sim.

fazer o que se tem vontade, arriscar... porque a vida é muito curta.

telefonar às pessoas de quem se sente saudades só para que saibam que são importantes e que lhes sentimos a falta.

 


tags:

publicado por Uma história por dia às 13:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

21

22
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. medo de perder

. long ago

. da tristeza

. hoje

. da simplicidade

. escolhas

. mood

. my valentine

. a curva da felicidade

. love

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds